18 de junho de 1908 – Chegada do Navio Kasato Maru ao porto de Santos

18 de junho de 1908 – Chegada do Navio Kasato Maru ao porto de Santos
.
Entre os dias 18 a 25 de junho, realizaremos uma série de postagens que marcam a vinda dos imigrantes japoneses e mais especificamente dos imigrantes okinawanos, semana em que contaremos a influência que exerceram na capital cujo marco é a chegada do Navio Kasato Maru.
.
Há 113 anos, atracava na manhã do dia 18 de junho de 1908, no cais de número 14, recém-construído no porto de Santos, com sua bandeira vermelha e branca no mastro, o navio Kasato Maru. A bordo dele, 781 integrantes japoneses dentre eles 325 oriundos da província de Okinawa. Cerca de 20% destes se radicaram em Campo Grande, a partir de 1914, então Estado de Mato Grosso, atual Estado de Mato Grosso do Sul. Estima-se que atualmente dentre os descendentes de imigrantes japoneses em Campo Grande, cerca de 70% são descendentes de okinawanos, atribuindo a nossa capital, Campo Grande, esta particularidade.
.
Com base nos dados do último Censo do IBGE, Mato Grosso do Sul é o terceiro Estado de maior população nipo-descendente no Brasil (1,4%), depois apenas de São Paulo (1,9%) e muito próximo do Paraná (1,5%). A história por trás desses números já é conhecida nesses estados, que sabem que há mais de cem anos imigrantes de diversos países vieram para o Brasil para trabalhar nas lavouras de café.
.
Os fluxos imigratórios se acentuam nos anos de 1930, com a diminuição da imigração italiana e espanhola que supria as necessidades de mão-de-obra nas fazendas de São Paulo. Até 1975, segundo dados do Museu da Imigração do Estado de SP, chegaram ao país cerca de 250 mil imigrantes.
.
Atualmente, o Brasil tem uma das maiores comunidades japonesas fora do Japão. Com aproximadamente dois milhões de descendentes, destacam-se deste número, os okinawanos que trouxeram consigo manifestações culturais riquíssimas em termos de história e arte tais como dança, música, gastronomia, idioma como o uchinaguchi, festividades, folclore e religiosidade distintos do Japão. Ressalte-se aqui o delicioso sobá, o karatê e o instrumento musical sanshin.
.
Nosso objetivo com as postagens é fazer você relembrar, redescobrir, rediscutir as tradições salvaguardadas pelos nossos ancestrais e que aqui em MS também foram reinventadas ganhando novo significado.
.
Que tal mexer no baú de fotos da família, conversar com amigos e parentes e nos ajudar a construir mais narrativas? Poste e nos marque @okinawa_cg
Ficaremos felizes e agradecidos em conhecer sua história!

Foto: Acervo ARCA. Kasato Maru saindo do Porto de Kobe para o Brasil. Era costume jogar serpentina nos navios 🛳 que partiam naquela época.

Fontes:
ARCA – Arquivo Histórico de Campo Grande
Censo Demográfico IBGE 2010
KUBOTA, Nádia Fujiko Luna. Okinawanos e não-okinawanos em Campo Grande: relações de parentesco e famílias. 2015. 240 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2015.
Museu da Imigração Japonesa de São Paulo
VILELA, Moema. Cem anos da Imigração Japonesa em Mato Grosso do Sul: trajetórias, memórias e identidades em construção permanente. Cultura em MS, Campo Grande, n.7, p. 19-44.2014.

#okinawa🌺
#históriadobrasil
#imigracaojaponesa
#imigracaookinawana
#uchina

113 anos de imigração japonesa e okinawana

De 18 a 25 de junho estaremos celebrando os 113 anos de imigração japonesa e okinawana com uma série de posts especiais. Para saber mais sobre a arte, história, personalidades, folclore de Okinawa e a nossa comunidade utiná em Campo Grande siga @okinawa_cg
#okinawa
#arte
#imigraçãojaponesa
#uchinanchu
#historiadobrasil
Associação Okinawa de Campo Grande

Comunicado

Tendo em vista a publicação do Decreto Normativo nº 15.638, de 24/03/2021, no Diário Oficial Eletrônico do Estado de Mato Grosso do Sul nº 10.452 – Edição Extra, de 24/03/2021, que Institui, em caráter excepcional e temporário, medidas restritivas no Estado de Mato Grosso do Sul para evitar a proliferação do coronavirus (SARS-Cov-2), resolvemos:

  • Prorrogar a suspensão do atendimento na Secretaria da Associação no período de 29 de março (segunda-feira) a 3 de abril (sábado);
  • Retornaremos com o atendimento no dia 5 de abril, exceto, se se houver nova determinação de restrições. Obs.: Lembrando que o Decreto Municipal impôs as restrições até o dia 28 de março.

Contamos com a compreensão de todos

Grato

Eduardo Kanashiro
Presidente da Diretoria Executiva

Acontecendo no facebook….

Nota de falecimento – Tamashigue Taira

Com pesar, comunicamos o falecimento do ex-presidente da Associação Okinawa de Campo Grande, Senhor Tamashigue Taira, ocorrido na manhã de hoje (28/03/2021).

O Senhor Tamashigue foi presidente nos anos de 1987, e 1990/1991, onde foi um dos benfeitores da Associação.

Como uma das muitas ações, citamos a que, juntamente com os membros diretivos da sua gestão, viabilizou recursos junto ao Governo de Okinawa, para a construção do atual prédio, de três pavimentos, que abriga as salas de aula da Okinawa Gakuen.


No final de 1990 deu-se início à obra, e que levou em torno de 13 meses para a construção do referido prédio, sendo a sua inauguração em 25 de março de 1992, na gestão do então presidente da Diretoria Executiva Kazunao Miyazato, com a presença de representantes do Governo da Província Japonesa de Okinawa.

No ano de 2012, o ex-presidente Tamashigue Taira brindou a Okinawa Gakuen com música denominada de Okinawa Gakuen no Uta, com poesia de sua própria autoria e composição musical de Shoiti Shimada, de São Paulo, que os alunos da Gakuen cantaram pela primeira vez, com acompanhamento de violino gravado pelo maestro Evandro Higa, na festa do Ano Novo de 2012.

Fonte: CAMPO GRANDE – MS, Associação Okinawa de. Terra de Esperança: Kibo no Daitsi. Campo Grande – MS: Life Editora – p. 308; 314.

Cabe destacar que o Senhor Tamashigue Taira doou um teclado musical para a Okinawa Gakuen.

Aos familiares, a Associação Okinawa de Campo Grande – MS manifesta as condolências neste momento de dor.

Comunicado

Tendo em vista o Decreto 14682 da Prefeitura Municipal de Campo Grande, antecipando os feriados de 13 de junho (Santo Antônio) e 26 de Agosto (Aniversário da cidade), de 2021 e 2022, visando conter a elevada taxa de Infecção do Covid-19, informamos que não haverá expediente na Associação Okinawa no período de 22 a 27 de março (segunda a sábado).

Vamos nos cuidar, fazendo uso de máscaras, álcool em gel e mantendo o distanciamento. Grato.

Eduardo Kanashiro
Presidente

Nota de falecimento – Alcides Tocihiro Higa (Firó)

Faleceu na madrugada deste domingo (07/03), vítima de parada cardíaca, o engenheiro civil e professor Alcides Tocihiro Higa (Firó).
Cabe registrar que Alcides (Firó), teve um papel relevante na trajetória da Associação Okinawa de Campo Grande – MS, pois, foi o autor do projeto de construção do prédio de três pavimentos que abriga as salas de aula do Okinawa Gakuen e a atual Secretaria, bem como, diversas outras obras, sendo administrada de forma voluntária.
O engenheiro Alcides Tocihiro Higa, com pós-graduação em mestrado e jubilado da Universidade Federal do Estado de Mato Grosso do Sul, em razão dos relevantes serviços prestados à Associação, foi homenageado com Diploma de Benemérito, pelo Excelentíssimo Senhor Governador Nakaima Hirokazu, da Província de Okinawa, em 2011, quando da comemoração do 85º Aniversário de Fundação da Associação Okinawa kenjin do Brasil.
Disponível em: (CAMPO GRANDE – MS, Associação Okinawa de. Terra de Esperança: Kibo no Daitsi. Campo Grande – MS: Life Editora., p. 337).
Aos familiares, a Associação Okinawa de Campo Grande – MS manifesta as condolências neste momento de dor.

Propaganda

Olá amigos da Associação Okinawa, nesse momento de pandemia, todos nós estamos tentando fazer nossa parte. E, muitos órgãos e instituições governamentais também. Muitos já digitalizaram seus serviços e estão solicitando cada vez mais os Certificados Digitais. Pensando nisso, como somos divulgadores dos certificados digitais da Serasa, apresentamos o cupom de 10% desconto na aquisição de certificado digital que poderá ser utilizado entrando no site da Serasa https://serasa.certificadodigital.com.br/

Copie o código do cupom de desconto e boa compra. CRLEO23979

Comunicado

Comunicado

Tendo em vista a edição do Decreto Municipal nº 14.380, de 14/07/2020, que dispõe sobre medidas restritivas às atividades econômicas e sociais, como medida de prevenção e enfrentamento à COVID-19, no âmbito do Município de Campo Grande, publicado no DIOGRANDE de 15/07/2020, edição nº 5999, onde determina:

Art. 1º Fica determinada, a paralisação, aos sábados e domingos, de todas as atividades econômicas e sociais não essenciais no Município de Campo Grande no período de 18 até 31 de julho de 2020.

Art. 5º, Inciso V – o comércio varejista e atacadista de rua deverá funcionar de segunda à sexta-feira, das 9 às 17 horas.

A Associação Okinawa de Campo Grande informa:

  • Atendimento na secretaria, de segunda a sexta-feira, no período de 20 a 31 de julho, das 9 às 17 horas;
  • Nos dias 18 e 25 de julho (sábado), não haverá expediente.
  • Todas as atividades continuam suspensas. Agradecemos a compreensão de todos e um Fraterno abraço!!

Eduardo Kanashiro
Presidente da Diretoria Executiva
Associação Okinawa de Campo Grande

112 Anos de imigração Japonesa no Brasil

É com satisfação e alegria que parabenizamos a Comunidade Nipo-brasileira de Campo Grande, do Mato Grosso do Sul e demais estados do Brasil, nesta data (18/06), pelos 112 anos da Imigração Japonesa no Brasil.

Comemoramos essa data, com o sentimento de GRATIDÃO aos primeiros imigrantes, que chegaram por meio do navio Kasato Maru, em 18 de junho de 1908, no Porto de Santos, e com muita coragem e determinação, enfrentaram todas as dificuldades (diferença de idioma, clima, alimentação, etc.).

Gratidão, também, por herdarmos o legado (educação, disciplina, gentileza, gratidão, respeito aos mais velhos, etc.), transmitido de geração a geração.

Cabe destacar que, dos 781 imigrantes que vieram no navio Kasato Maru, 325 vieram da Província de Okinawa-ken, ilha localizada ao extremo sul do Japão.

Em Campo Grande, os primeiros imigrantes que aqui chegaram, com o término da construção da estrada de ferro Noroeste do Brasil (1914 – completamos 106 anos), eram egressos da ilha do Okinawa.

As famílias que se instalaram em Campo Grande, inicialmente, se dedicaram às atividades de hortifrutigranjeiros, lavouras de café, cana-de-açúcar e arroz.

Com muito sacrifício conseguiram criar seus filhos, que constituíram suas famílias, e, consequentemente, vieram os netos, bisnetos, tataranetos.

Hoje, muitos, formados, nas mais diversas áreas (advogado, contador, economista, fisioterapeuta, médico, dentista, profissional de educação física, administrador, etc.), empresários, comerciantes, etc., e cada um dando a sua parcela de contribuição para o crescimento da nossa cidade Morena – Campo Grande.

Vários costumes do Japão estão incorporados no dia-a-dia da nossa comunidade, seja no esporte (karatê, judô, basebol, etc.), na parte artística (danças, karaokê, sanshin, koto), e na culinária (soba, sushi, sashimi, tofu, yakisoba, etc.).

O soba de Okinawa sofreu adaptações em Campo Grande, e é considerado o patrimônio cultural e imaterial, por meio do Decreto Municipal nº 9.685, de 18/07/2006, e foi tombado pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

Em agosto de 2018, o soba recebeu o título de Prato Típico de Campo Grande, onde concorreu com o arroz carreteiro e o espeto.

Por fim, em nome da Associação Okinawa de Campo Grande – MS, PARABENIZAMOS a Comunidade Nipo-brasileira pelos 112 anos da Imigração Japonesa no Brasil.

Eduardo Kanashiro
Presidente da Diretoria Executiva

Nilton Kiyoshi Shirado
Presidente do Conselho Deliberativo e Fiscal

Associação Okinawa de Campo Grande – MS

COMUNICADO – COVID-19

Comunicado

Tendo em vista a publicação no DIOGRANDE (Diário Oficial do município de Campo Grande) nº 5.856, de 16/03/2020, do Decreto Municipal nº 14.189, de 15 de março de 2020, que dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do Novo Coronavírus – COVID-19, a Diretoria Executiva da Associação Okinawa de Campo Grande resolve:

SUSPENDER temporariamente as atividades de treinos de dança, taikô, aulas de Língua Japonesa, sanshin, karaokê, e evento agendado (churrasco com festival de prêmios – 26/04).

Com relação a data de retorno das atividades, emitiremos um novo Comunicado.

Desde já agradecemos a compreensão de todos.

Eduardo Kanashiro
Presidente da Diretoria Executiva
Associação Okinawa de Campo Grande – MS